sábado, 28 de dezembro de 2013

O heróico resgate do pequeno poodle




Hoje pela manhã estávamos passeando com os cães aqui em frente de casa quando notamos um pequeno poodle andando sem coleira e em nossa direção e chegamos a comentar que ele estava longe dos donos que, para nós, vinham bem atrás.

Para nossa surpresa, os tais donos passam por nós e o pequeno poodle fica parado, como se dissesse, "ei, não sou desses caras aí, não...". Ao perceber que o cãozinho estava sem seus donos e sem coleira, decidi tentar pegá-lo, o que não foi fácil e nem seguro para o animalzinho,l que deu três voltas no quarteirão e atravessou duas ruas seis vezes até que se refugiou numa área cercada em frente ao Institut du Monde Arabe.

Uma vez cercado, achei que fosse ficar mais fácil a missão. Ledo engano. Só após um senhor começar a me ajudar é que conseguimos ir fechando o cerco até que ele entrou no museu e, após o segurança me xingar para depois entender o que se passava, o pegamos.

Muito assustado o levamos no mesmo veterinário de meus cães e lá, uma vez ligo o chip de identificação, conseguimos ligar aos donos que, para espanto geral, não sabiam que o cachorro havia sumido de sua casa.

Ao chegar no veterinário o dono, com os olhos cheios d'água, disse que havia ido jogar seu lixo na rua e que, provavelmente nessa hora, o ligeiro amiguinho aproveitou para sair de fininho.

Já o pequeno poodle, ao ver seu dono, dava pulos e lambidas de felicidade e, quanto à mim, ficou uma sensação de ter feito o bem que ganhou meu dia.

Um comentário:

  1. parabéns, Pedro.Vc é um dos meus! Deus te abençoe por esse belo gesto. Feliz 2014! Beijo grande!

    ResponderExcluir

Normas para publicação: acusações insultuosas, palavrões e comentários em desacordo com o tema da notícia ou do post serão despublicados e seus autores poderão ter o envio de comentários bloqueado.